Olá pessoal! Em clima natalino gravamos presencialmente em BH nossa edição 120.

Dessa vez falamos sobre a Alezzia móveis e a sua iniciativa nada inteligente de pautar sua presença no Facebook em cima de uma controvérsia misógina.

Além disso conversamos sobre a profusão dos vídeos do assassinato do embaixador russo na Turquia.

Acaba, 2016!

Links mencionados neste episódio:

 

Olá pessoal!

Neste dia 21 é o Dia do Podcast no Brasil! Aproveitamos a oportunidade para fazer a 4a. edição especial do Ainda Sem Nome.

Falamos da importância dos podcasts e fizemos algumas recomendações. Começamos pelas recomendações de apps:

Fizemos também uma série de recomendações de podcasts bacanas para vocês!

Recomendações do Caio

Recomendações do Cabeça

 

Recomendações da audiência

Lucas Almeida (nosso mecenas)

 

Encerramento: O que fazer no #DiadoPodcast?

Você pode ampliar essa ajuda de diferentes formas, recomendamos que faça tantas quanto quiser:

Olha a imagem. Use em seus perfis!

img_0478

Então pessoal!

Nesta semana gravamos em vídeo com a participação do Alexandre Borges, que é professor na Pós em Comunicação Digital do IEC PUC Minas e também proprietário da CentralComm e falamos da mudança no Facebook especialmente para as empresas.

Os links de referência que usamos para este episódio foram:

Espero que curtam!

PS: A edição do vídeo foi feita a toque de caixa 🙁

Feliz ano novo!

Agora que acabou o carnaval (acabou?) temos um ano novinho em folha pela frente. Acho até que deveríamos chamar o carnaval de “Ano novo brasileiro”. Os chineses tem um ano novo só deles, porquê não nossas festividades com desfiles e bloquinhos também não podem constituir um rito de passagem especial brasuca?

But I digress….

No episódio de hoje falamos sobre muitas coisas. A começar pelas altas confusões que o Twitter anda fazendo consigo mesmo. Maldosos diriam que quem é o Twitter não precisa ter inimigos 🙂
Mas o fato é que já há alguns dias as coisas andam pegando fogo por lá com a hashtag #RIPTwitter que mostra a insatisfaçào dos usuários com a possibilidade de a suas timelines serem montadas por algoritmos, e não pelas postagens daqueles que seguem.  Nosso texto de referência para esta parte da discussão vem do Re/Code. Além dele, complementamos a discussão com as sugestões do Danny Sullivan no próprio Twitter. Particularmente, curti a ideia de separar o serviço de mensagens em um app standalone.

Na segunda parte, conversamos sobre como as pessoas podem ser cruéis na internet. Um verdadeiro tribunal aberto 24hs onde somos todos réus, juízes e algozes. Partimos do caso da médica que bateu no motorista do Uber e daí falamos dos comentaristas de YouTube, de como as pessoas discutem e trollam as outras online e tocamos até no assunto da família fantasiada com tema Alladin no carnaval (ah, o carnaval) de BH e na implicância de uma usuária com as roupas que a Rosana Hermann usa (vê se pode?).

Enfim… Ouve aí e me diz o que falou, beleza? 🙂

Ah, e não se esqueça de dar aquela repassada marota neste conteúdo relevantíssimo para os dias atuais.

Olá! Ainda é dia 08 de janeiro, né? Então ainda temos tempo de publicar nosso episódio de hoje!

Desta vez falamos do fim do Fotolog.net (Quem nunca? Aliás, quem lembra?)

Mas, claro. Isso foi só para esquentar. Depois falamos de Realidade Virtual e Realidade aumentada e como isso deve chamar nossa atenção neste 2016 que mal começou (e eu já vacilei com a minha alimentação. Bye-bye resoluções de ano!).

Alguns links da conversa sobre VR e AR:

Ah, falamos também de filmes e livros. Especificamente do Homem Formiga e do Daemon / Freedom.

Agradecimentos:

Humberto Massa comentou no Facebook

Eduardo Elias comentou no YouTube

 

Pô, ninguém comentou no site! Mas já que você está aqui, comente aí… Diga-nos o que achou 🙂

PS: Deve ter mais links citados no áudio. Se você é um ouvinte sagaz você vai nos dizer se faltou alguma coisa. Inclusive se há alguma coisa diferente no áudio desta semana (wink-wink, nudge-nudge).

Mais um episódio em vídeo gravado no bunker da Rede.bz. Desta vez conversamos sobre as mídias sociais nos casos de Mariana e Paris.

Dentre os tópicos destacados, as mudanças de avatares e sobrenomes, a importância das cobranças das pessoas nas mídias sociais sobre o que aconteceu e a nossa indignação seletiva.

Em algum ponto, falamos da Samarco patrocinando links disparados pela expressão G1. A dica foi do Marcelo Sander no grupo de estudos da Lhama.me, no Facebook. Veja imagem abaixo:

samarco_adwords

No meio do caminho ainda falamos rapidamente sobre o fim da Playboy. Mas foi pouquinho. 🙂

Assista, ouça, comente.