Uma semaninha de folga, porque ninguém é de ferro e estamos de volta com o Ainda Sem Nome!

A edição #116 começa com o agradecimento ao nosso novo apoiador no Patreon, Leonardo Almeida. Obrigado por acreditar no nosso podcast! Se você quiser apoiar o Ainda Sem Nome no Patreon, basta fazer a sua doação aqui! A gente agradece e teremos condições de fazer um Ainda Sem Nome ainda mais bacana!

Ah, fomos citados na edição #118 do Farol Jornalismo e estamos super orgulhosos! Agradecimentos à equipe do Farol e reforçamos o convite para a participação aqui na nossa casa.

O Guilherme Silva, que é Físico com doutorado em matemática e participa do nosso supergrupo no Telegram, deixou seu comentário sobre meteoros e falso-vácuo, além de dar uma ligeira trollada no podcaster que vos escrever. Isso nos lembrou essa tirinha do XKCD.

Na nova seção Frivolidades, fui mais uma vez questionado sobre Black Mirror e eu digo que vai rolar, o Caio falou da sua vinda para São Paulo no começo de dezembro para apresentar trabalho sobre podcasts no IX Simpósio da ABCiber. Também comentamos que o presidente está com medo dos emoji de vômito (“Chola mais!”) e, finalmente, sobre Snowden, o filme. As pessoas saíram da sessão do cinema achando ok o fato do governo ter acesso aos seus dados e vida que segue. (Já tem torrent, diz o Caio)

Finalmente, os assuntos do episódio! Falamos sobre o Roadsec, evento muito legal sobre hacking, segurança da informação e tecnologia que aconteceu aqui em São Paulo e que foi recomendado pela Samantha Albuquerque em nosso supergrupo. Interessante participar de um evento que é totalmente fora da minha caixa, afinal não faço ideia do que é um Blinded Random Block Corruption Attack. Mas gostei das discussões sobre jornalismo e mundo hacker e como hackear a política. Também notei alguns pontos de melhora no discurso e falamos disso no episódio.
(Bônus: A Globo News, como exemplo da grande mídia, ainda trate TI, hacking e afins como um grande clichê.)

Depois, falamos sobre “Pós-verdade” ser a palavra do ano e as implicações dela em nosso dia-a-dia. Aliás, melhor essa palavra do que “Adulting”, que é “a prática de se comportar de forma característica aos adultos responsáveis, especialmente cumprindo tarefas triviais, porém necessárias”. 99% do Facebook não está pronto para “Adulting”.

Finalmente, uma outra sugestão vinda do nosso supergrupo. O Pedro Scaff mandou esse link sobre a carta escrita por fact-checkers para o facebook, na luta contra as notícias falsas. Leituras de bônus:

http://thenextweb.com/facebook/2016/11/18/four-students-fixed-facebooks-fake-news-problem-in-36-hours/
http://thenextweb.com/google/2016/11/21/google-isnt-google/

Esperamos que gostem do episódio e que contribuam para a discussão, seja aqui no site, nas redes sociais ou em nosso tão falado supergrupo do Telegram! E compartilhe também o podcast e nos ajude a espalhar a mensagem do Ainda Sem Nome! 🙂

Bom episódio!

Leave a Reply to camponez Cancel reply

2 comments on “Ainda Sem Nome #116 – Roadsec, não-verdade e notícias falsas no feice

  1. Eu comecei a ver Black Mirror depois que o Cabeça mencionou que começaria a ver. E já vi todos os episódios! #ChupaCabeça

    PS: Aceito um #EuTenhoVida como resposta! 😉

Ainda Sem Nome © 2015